Síndrome Pré-Menstrual

atualizado em 25/04/03

Síndrome Pré-Menstrual

A síndrome pré-menstrual, também conhecida como tensão pré-menstrual (TPM), é uma queixa muito comum entre as mulheres que procuram o ginecologista, porém, muitas deixam de procurar ajuda, mesmo com sintomas intensos que prejudicam até o seu desempenho profissional, pois acham que têm simplesmente que agüentar e desconhecendo que muito pode ser feito para ajudá-las.

Os sinais e sintomas são físicos e psicológicos ou comportamentais apresentando uma relação temporal com o período pré-menstrual e com características de repetição a cada novo ciclo. São sinais e sintomas comumente observados: inchaço (edema) nas mamas, nas pernas e às vezes, no corpo todo; dolorimento mamário; ganho de peso; dor-de-cabeça; cansaço; dor nas pernas; aumento do volume abdominal; acne; nervosismo; irritabilidade; depressão; choro fácil; depreciação da auto-imagem; alteração do apetite (o mais típico é o aumento do apetite para doces e chocolates) e outros. Não há necessidade de se apresentar todos os comemorativos para que se caracterize a tensão pré-menstrual, mas deve haver nítido surgimento ou predomínio desses sinais e sintomas nos dias que antecedem a menstruação. A intensidade e a qualidade dos sinais e sintomas encontrados são muito variáveis de mulher a mulher. Algumas tem predomínio dos sintomas psicológicos, outras dos sintomas orgânicos, como o inchaço. Essas alterações geralmente são decorrentes das profundas alterações hormonais que ocorrem no organismo feminino a cada ciclo menstrual.

O tratamento é muito variável, dependendo do caso e deve ser direcionado conforme os sinais e sintomas predominantes, mas algumas medidas gerais podem ser úteis, podendo aliviar bastante o quadro. Neste contexto temos a atividade física e prática de esportes; apoio psicológico e explicação do fenômeno de forma clara; diminuição da ingestão de sal, particularmente na segunda metade do ciclo, ou seja, no período de cerca de duas semanas antes do início da menstruação seguinte; redução da ingestão de gordura animal. O tratamento também pode ser medicamentoso, havendo grande número de medicamentos de utilização possível, conforme os sinais e sintomas apresentados.

Em resumo, a tensão pré-menstrual ou síndrome pré-menstrual, aflige um grande número de mulheres nos dias que antecedem a menstruação (variando de poucos até 12 ou 15 dias em alguns casos), podendo trazer-lhes prejuízos psicológicos, familiares, profissionais e sociais. Felizmente existem várias medidas de ordem geral e medicamentosas que podem ser tomadas para melhorar ou, pelo menos, minimizar os desagradáveis sinais e sintomas desses dias.Fonte: Luciano de Melo Pompei